sábado, 10 de abril de 2010

DANÇA EM FOCO




Data: 26 de Abril - ABERTURA -


Horário: 20h



Palestra “Olhares sobre a videodança”, com Paulo Caldas




Local: Teatro Renascença (Av. Érico Veríssimo, 307)

27, 28 e 29 Abril

Horário: 09h às 12h



Oficina de videodança com Marcus Moraes (vagas limitadas)

De 27 a 29 de abril - das 9 às 12h
Inscrições até 23 de abril


Resultado da oficina de Videodança com Marcus Moraes.


Assista o vídeo:

Um salto
Luiza Moraes, Iandra Cattani e Daniel Weinmann

Um somatório de dois exercícios para a oficina de videodança realizada durante o Festival Internacional Dança.com. Este vídeo dá uma ideia de como a simplicidade ajuda a criação.

video

http://www.youtube.com/dancamultimidia#p/u/0/a2F_IfJfECc



Mostra Internacional de Videodança

Local: Sala P.F.Gastal ( Usina do Gasômetro)

27 e 28 de abril

Horário: 17h e 19h





MOSTRA INTERNACIONAL DE VIDEODANÇA TRAZ RARIDADES DO CINEMA E VÍDEO



Porto Alegre recebe pela primeira vez a mais completa e diversificada mostra de videodança: a MIV - Mostra Internacional de Videodança, do festival dança em foco, que conta com patrocínio da Caixa Econômica Federal. A mostra é realizada em parceria com a Secretaria Municipal de Cultura e Festival Internacional Dança. COM. As exibições gratuitas acontecerão, nos dias 27 e 28 de abril, sempre às 17 e 19h, na Sala P.F. Gastal, do Centro Cultural da Usina do Gasômetro.
A programação inclui curtas e longas-metragens dos Estados Unidos, Canadá, Holanda, Alemanha, França, Espanha, Brasil, Reino Unido, Argentina e Irlanda, entre outros. Entre as obras apresentadas estão filmes da mais recente produção de experimental e de vanguarda no gênero, bem como produções de consagrados diretores e coreógrafos, como William Forsythe, Carolyn Carlson, Thierry de Mey. Na temática das obras, desde processos de criação, exercícios de linguagem de vídeo e cinema, bem como documentários que mesclam arte e política.
A programação inclui ainda uma mostra especial da Cinématèque de La Dança, com preciosidades da produção francesa em cinema e vídeo.
DESTAQUES

Moving stillness - where Aikido meets dance (Alemanha/Holanda, 2007) O curta-metragem faz um sensível e tocando exercício onde a dança e o aikido se mesclam numa busca de percepção e consciência dos intérpretes.
27/04 – 17h
.
Relâche, de Antonio Zucherino (Argentina, 2009)
A obra cria um balé dadaísta a partir do filme Entreact (1924),d e René Clair
Dia 27, 18h
.

Abracadabra, de Decouflé, Philippe (França, 1998) Experimento cinematográfico gravado em Super-8, Super-16 e 35 mm, em preto e branco e colorido. Em 1998, Philippe Decouflé e a sua companhia DCA criaram Shazam! fantasmagoria que confronta e confunde o corpo dos bailarinos às imagens filmadas que entretém o olhar dos espectadores numa vertiginosa ilusão de ótica a serviço da poesia. Do espetáculo, surgiu Abracadabra, filme original onde é desenvolvida a idéia de fantasmagoria. A inscrição da coreografia na imagem ocorre de modo recíproco, como principio gerador de uma série de seqüências onde se reencontra a fantasia, o jogo, a agilidade e também a precisão poética, o que faz de Decouflé um criador de vanguarda verdadeiramente popular.
Dia 27/04 – às 19h30
.


Nora, de David Hinton(Estados Unidos/Moçambique, 2009, 35). A obra é baseada na história da dançarina Nora Chipaumire, nascida em Zimbabwe em 1965. Através da performance e da dança, ela dá vida à sua história, num estonteante poema de som e imagem. O resultado é um filme acerca de dramas familiares, amores difíceis e militâncias políticas. Inteiramente filmado na África do Sul, Nora inclui uma multidão de performers e bailarinos locais de todas as idades, desde crianças da escola primária até velhas avós; grande parte da música foi especialmente composta por uma lenda da música do Zimbabué – Thomas Mapfumo.
Dia 28/4 – às 18h
.
Carolyn Carlson FlashBack (2003)
O filme traz trechos de obras de uma das mais importantes coreógrafas do século XX. Carolyn Carlson começou sua carreira dançando na companhia de dança de Alwin Nikolais (1965-1971), tornando-se uma de suas principais bailarinas. De 1974 até 1980 trabalhou na Ópera de Paris. Neste período também dirigiu o Grupo de Pesquisas Teatrais (GRTOP), criando as obras Density 21,5; The Architects; This, that and the other; Slow, heavy and blue. Entre 1980 e 1985 transferiu-se para Veneza, onde dirigiu o Teatro La Fenice e criou as coreografias Undici Onde, Underwood e Blue Lady. Em 1985 retornou a Paris, como artista residente do Théatre de la Ville. Na década de 1990 foi para a Escandinávia. Trabalhou na Finlândia (1991-1992) e depois assumiu a direção artística do Ballet Cullberg (1994-1995). Ao retornar à França, fez inúmeros espetáculos de improvisação junto com Larrio Ekson, Jorma Uotinen, Malou Airado, entre outros. Entre 1999 e 2002 foi diretora-artística da Bienal de Veneza. Desde 2004 também dirige o Centro Coreográfico Nacional de Roubaix, no norte da França.
28/4 – às 19h
.
Informações no Centro Municipal de Dança (Av. Erico Veríssimo, 307) – fone 32898065 – email: centrodedanca@smc.prefpoa.com.br

Entrada gratuita-
-
-
-
- vídeo entrevista com Paulo Caldas- DANÇA EM FOCO
- video

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado