domingo, 11 de abril de 2010

Tecendo um festival...

Foto: Adilso Machado


Estabelecer não apenas um ponto, mas múltiplos pontos de comunicação na produção de dança hoje. Este é o objetivo do Festival Internacional Dança.com, criar espaço para o trânsito e diálogo de linguagens, de pensamentos, de criações. Para isso, o evento aliou-se a outros festivais e instituições, programando palestras, espetáculos, processos de criação, debates, performances, oficinas, conferências e muito espaço para conversas. O evento escolheu três eixos de questões que colocam em foco o corpo na cena contemporânea, os caminhos da performance e o uso das novas tecnologias na produção de artes cênicas.
Para isso foi efetivada a parceria com o Festival dança em foco, o mais importante evento de vídeo dança do Brasil, que traz toda sua experiência com oficinas, mostras de vídeo e palestras para ampliar o panorama e discussões da produção artística que o Dança.com vai promover nos dias que seguem à programação. Os dois eventos que se aproximam no calendário, para aprofundar o alcance de suas ações e para experimentar novas formas de colaboração na cena contemporânea. O Dança em foco chega à capital gaúcha com patrocínio da Caixa Federal.
Foi nessa rede de articulação e colaboração que também será idealizado o Seminário Corpo, performance e tecnologia em parceria com o Programa de Pós-Graduação em Artes Cênicas da UFRGS. Uma possibilidade de trazer especialistas, pesquisadores e artistas nacionais e internacionais para conferências sobre processos de criação e investigação da cena atual.
A programação de performances complementa as demais atividades possibilitando conferir algumas desde arrojadas produções que estão flertando com o uso vídeo, da internet ou que estejam problematizando de maneira singular o papel do corpo cênico, ou ainda desafiando fronteiras entre áreas como teatro, artes visuais, circo, cinema, arte digital. E para enriquecer essa programação, contamos com performances do programa Rumos Dança/Itaú Cultural.
Acreditando que a ação artística por si só tem uma forte dimensão política, o evento quis pontuar de maneira efetiva essa dimensão, convidando o coordenador de Dança da Funarte para conservar sobre a política cultural para a dança em nosso país. E buscar também parceria com o SATED RS, bem como com o Coletivo 209.
Assim, foram-se estabelecendo uma rede de colaborações, que tem no Centro Municipal de Dança, da Secretaria Municipal de Cultura da Prefeitura de Porto Alegre, o papel de agente de fomento e de estímulo desse encontro e articulador dessas conexões. Conexões que já na sua primeira edição ultrapassam as fronteiras e contam com participantes do Brasil, Canadá, Itália, Bélgica, Argentina.
Enfim, que o COM que consta no nome do Festival signifique estar conectado COM o planeta, estar COM o público, estar COM quem queira debater e trocar ideias.


Airton Tomazzoni

Coordenador do Centro Municipal de Dança
-
-





idanca.net





sábado, 10 de abril de 2010

DANÇA EM FOCO




Data: 26 de Abril - ABERTURA -


Horário: 20h



Palestra “Olhares sobre a videodança”, com Paulo Caldas




Local: Teatro Renascença (Av. Érico Veríssimo, 307)

27, 28 e 29 Abril

Horário: 09h às 12h



Oficina de videodança com Marcus Moraes (vagas limitadas)

De 27 a 29 de abril - das 9 às 12h
Inscrições até 23 de abril


Resultado da oficina de Videodança com Marcus Moraes.


Assista o vídeo:

Um salto
Luiza Moraes, Iandra Cattani e Daniel Weinmann

Um somatório de dois exercícios para a oficina de videodança realizada durante o Festival Internacional Dança.com. Este vídeo dá uma ideia de como a simplicidade ajuda a criação.

video

http://www.youtube.com/dancamultimidia#p/u/0/a2F_IfJfECc



Mostra Internacional de Videodança

Local: Sala P.F.Gastal ( Usina do Gasômetro)

27 e 28 de abril

Horário: 17h e 19h





MOSTRA INTERNACIONAL DE VIDEODANÇA TRAZ RARIDADES DO CINEMA E VÍDEO



Porto Alegre recebe pela primeira vez a mais completa e diversificada mostra de videodança: a MIV - Mostra Internacional de Videodança, do festival dança em foco, que conta com patrocínio da Caixa Econômica Federal. A mostra é realizada em parceria com a Secretaria Municipal de Cultura e Festival Internacional Dança. COM. As exibições gratuitas acontecerão, nos dias 27 e 28 de abril, sempre às 17 e 19h, na Sala P.F. Gastal, do Centro Cultural da Usina do Gasômetro.
A programação inclui curtas e longas-metragens dos Estados Unidos, Canadá, Holanda, Alemanha, França, Espanha, Brasil, Reino Unido, Argentina e Irlanda, entre outros. Entre as obras apresentadas estão filmes da mais recente produção de experimental e de vanguarda no gênero, bem como produções de consagrados diretores e coreógrafos, como William Forsythe, Carolyn Carlson, Thierry de Mey. Na temática das obras, desde processos de criação, exercícios de linguagem de vídeo e cinema, bem como documentários que mesclam arte e política.
A programação inclui ainda uma mostra especial da Cinématèque de La Dança, com preciosidades da produção francesa em cinema e vídeo.
DESTAQUES

Moving stillness - where Aikido meets dance (Alemanha/Holanda, 2007) O curta-metragem faz um sensível e tocando exercício onde a dança e o aikido se mesclam numa busca de percepção e consciência dos intérpretes.
27/04 – 17h
.
Relâche, de Antonio Zucherino (Argentina, 2009)
A obra cria um balé dadaísta a partir do filme Entreact (1924),d e René Clair
Dia 27, 18h
.

Abracadabra, de Decouflé, Philippe (França, 1998) Experimento cinematográfico gravado em Super-8, Super-16 e 35 mm, em preto e branco e colorido. Em 1998, Philippe Decouflé e a sua companhia DCA criaram Shazam! fantasmagoria que confronta e confunde o corpo dos bailarinos às imagens filmadas que entretém o olhar dos espectadores numa vertiginosa ilusão de ótica a serviço da poesia. Do espetáculo, surgiu Abracadabra, filme original onde é desenvolvida a idéia de fantasmagoria. A inscrição da coreografia na imagem ocorre de modo recíproco, como principio gerador de uma série de seqüências onde se reencontra a fantasia, o jogo, a agilidade e também a precisão poética, o que faz de Decouflé um criador de vanguarda verdadeiramente popular.
Dia 27/04 – às 19h30
.


Nora, de David Hinton(Estados Unidos/Moçambique, 2009, 35). A obra é baseada na história da dançarina Nora Chipaumire, nascida em Zimbabwe em 1965. Através da performance e da dança, ela dá vida à sua história, num estonteante poema de som e imagem. O resultado é um filme acerca de dramas familiares, amores difíceis e militâncias políticas. Inteiramente filmado na África do Sul, Nora inclui uma multidão de performers e bailarinos locais de todas as idades, desde crianças da escola primária até velhas avós; grande parte da música foi especialmente composta por uma lenda da música do Zimbabué – Thomas Mapfumo.
Dia 28/4 – às 18h
.
Carolyn Carlson FlashBack (2003)
O filme traz trechos de obras de uma das mais importantes coreógrafas do século XX. Carolyn Carlson começou sua carreira dançando na companhia de dança de Alwin Nikolais (1965-1971), tornando-se uma de suas principais bailarinas. De 1974 até 1980 trabalhou na Ópera de Paris. Neste período também dirigiu o Grupo de Pesquisas Teatrais (GRTOP), criando as obras Density 21,5; The Architects; This, that and the other; Slow, heavy and blue. Entre 1980 e 1985 transferiu-se para Veneza, onde dirigiu o Teatro La Fenice e criou as coreografias Undici Onde, Underwood e Blue Lady. Em 1985 retornou a Paris, como artista residente do Théatre de la Ville. Na década de 1990 foi para a Escandinávia. Trabalhou na Finlândia (1991-1992) e depois assumiu a direção artística do Ballet Cullberg (1994-1995). Ao retornar à França, fez inúmeros espetáculos de improvisação junto com Larrio Ekson, Jorma Uotinen, Malou Airado, entre outros. Entre 1999 e 2002 foi diretora-artística da Bienal de Veneza. Desde 2004 também dirige o Centro Coreográfico Nacional de Roubaix, no norte da França.
28/4 – às 19h
.
Informações no Centro Municipal de Dança (Av. Erico Veríssimo, 307) – fone 32898065 – email: centrodedanca@smc.prefpoa.com.br

Entrada gratuita-
-
-
-
- vídeo entrevista com Paulo Caldas- DANÇA EM FOCO
- video

SEMINÁRIO: CORPO, PERFORMANCE E TECNOLOGIA



Data: 28 Abril (qua)
Horário: 18h30

Tema: Condições climáticas do « Contact Improvisation

Palestrantes: Andrew Harwood (Canadá) e Paula Zacharias (Argentina)

Local: Sala Àlvaro Moreira ( Av Érico Veríssimo, 307 )


Data: 29 Abril (qui)
Horário: 18h30

Tema: 9 Evenings, Theatre & Engineering

Palestrante: Clarisse Bardiot (CNRS/França)

Tema: Configurações da dança na cultura digital: relatos sobre experimentações e reflexões da dança com mediação tecnológica
Palestrante : Ivani Santana

Local: Sala Àlvaro Moreira



Data: 30 Abril
Horário: 18h30

Tema: Maquinações teatrais contemporâneas
Palestrante: Clarisse Bardiot (CNRS/França)

Tema: Corposgráficos: uma interrogação às vértebras
Palestrante: Enrico Pitozzi (Itália)

Sala Àlvaro Moreira



O Seminário é uma realização do programa de Pós-Graduação de Artes Cênicas - IA UFRGS.
Inscrições gratuitas. Vagas limitadas.
-
-
As inscrições para o Festival são gratuitas e podem ser feitas por e-mail. Clique aqui para fazer o download da ficha de inscrição. A inscrição por e-mail será confirmada por mensagem do Centro de Dança; Só receberão o certificado os participantes que tiverem 75% de presença. As vagas são limitadas a capacidade física do Auditório.
-
-
-
vídeo..entrevista com Marta Isaacsson- Coordenadora do curso de Pós graduação em Artes Cênicas da Ufrgs.

video

CURRÍCULO DOS PALESTRANTES


Andrew de Lotbinière Harwood é performer canadense reconhecido internacionalmente em dança e improvisação, mestre em coreografia instantânea e Contato Improvisação. Diretor artístico da AH HA produções, companhia com sede em Montreal que se dedica à criação, ao ensino e a difusão da improvisação como arte de cena. Ele participou de diversas colaborações com Steve Paxton, Nancy Stark Smith, Peter Birgham, Mark Tompkins, Ray Chung, Chris Aiken, Lin Snelling, Benoit Lachambre e Lisa Nelson. Ele também dançou pelas companhias de Marie Chouinard, Jean-Pierre Perreault e Jo Lechay. Suas criações tem sido apresentadas em festivais internacionais e séries de dança como o Festival International de Nouvelles Danse/ Montréal, Improvisation Festival/ Nova York, Festival Montpelier, etc. Recebeu o prêmio Jacqueline-Lemieux do Conselho do Canadá em 2000.



Paula Zacharias é bailarina argentina de Butoh e Contato Improvisação, com sólida formação em dança contemporânea e na técnica de release. Começou a dançar com Alma Falkenberg em 1989 e continuou seus estudos com Andréa Fernandez. Aperfeiçoou-se em Contato Improvisação com Steve Paxton, Nina Martin, Nancy Stark Smith, Andrew Harwood, entre outros. Em dança butoh teve mestres tais como Rhea Volij, Tadashi Endo, Minako Seki e Diego Piñon. Faz parte do grupo de composição de Butoh dirigido por Rhea Volij desde 2005. Seu trabalho de composição de movimento em dança tem influências do método Tuning Scores de Lisa Nelson.



Clarisse Bardiot. Doutora em Estudos Teatrais (CNRS/Université Paris 3), com tese sobre Os Teatros Virtuais, sob orientação de Béatrice Picon-Vallin. Professora Adjunta e pesquisadora associada ao CNRS. Desde 2009, é diretora adjunta do Centro de Escrituras Contemporâneas e Digitais - Manège.mons/CECN na Bélgica e redatora chefe de Patch, revista consagrada às artes da cena e às tecnlogias. Ela coordena dois projetos europeus consagrados às artes da cena e às tecnologias.


Ivani Santana. Doutora (2003) em Comunicação E Semiótica pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo. desde o inicio da década de 90 pesquisa a relação da dança com as novas tecnologias. neste campo tem atuado intensamente, contando com expressiva produção artística e científica em 2006, pela apresentação de sua pesquisa no monaco dance forum (mdf), ivani recebeu o prêmio unesco para promoção das artes - novas tecnologias e a residência artística no renomado centre choregraphique national - Pavillon noir, com direção artística do coreógrafo Angelin Preljocaj, em Aix-En-Provance, França. Ivani é autora dos livros: Corpo Aberto: Cunningham, Dança e Novas Tecnologias (sp:fapesp/educ, 2002) e Dança na Cultura Digital (ba:fapesb/edufba,2006). possui vários artigos publicados em periódicos nacionais e internacionais tais como Nouvelles de Danse (França) e International Journal of Performance Arts and Media Digital (inglaterra). Atualmente é professora adjunta da Universidade Federal da Bahia e ministra disciplinas na especialização do curso de arte educação da Escola De Belas Artes, assim como no programa de pós graduação em artes cênicas da UFBA.



Enrico Pitozzi ministra a disciplina « Forma da cena multimidia» no Departamento de Música e do Espetáculo da Universidade Bolonha (Italie). Atualmente é professor visitante na Universidade du Québec à Montréal – UQAM (Canada). No contexto internacional, trabalha sobre as modalidades de intervenção das tecnologias sobre a percepção do ator, sobre os aspectos neurofisiológicos ligados à composição do movimento e acerca do conceito de presença mediatizada sobre a cena. Ele ministra seminários em várias Universidades e Instituições na Itália, assim como conferências na Europa e Canadá. É membro do International Groupe de Recherche « Performatividade e efeitos de presença » liderados por Josette Féral et Louise Poissant à l’Université du Québec de Montréal – UQAM, além de membro do observatório sobre análise do movimento dirigido pela coreógrafa Isabelle Choinière (Montréal, Plymouth, Paris). Ele é redator da revista italiana « Art'O »; publica textos sobre a cena européia, do Québec et do Japão. Participou da 37° Biennale del Teatro di Venezia 2005, organizada por Romeo Castellucci da Socìetas Raffaello Sanzio. Publicou com Annalisa Sacchi, Itinera. Trajectoires de la forme. Tragedia Endogonidia, Arles, Actes Sud, 2008 e Étendre la peau. Scène, perception, dispositifs technologiques (org. Louise Poissant et Pierre Tremblay), Ensemble / Ailleur; Together / Elsewhere

, Ste-Foy, Presses de l'Université du Québec, 2010. Atualmente, prepara um estudo sobre a cena contemporânea em face das tecnologias - Corpo, anatomia, percepção. Cena performativa e dispositivos tecnológicos. Roma, Bulzoni (outono 2010) assim como um livro, com o compositor Roberto Paci Dalò, consagrado à composição sonora eletrônica: Electroscene, Napoli, Cronopio (outono 2010).

PERFORMANCES




Data: 28 Abril (qua)
Horário: 21h

Performance: " O que Antecede a Morte " - Marcos Klann (SC)

Coreografia contemplada pelos Rumos Dança/Itaú Cultural

Local: Teatro Renascença (Av. Érico Veríssimo, 307)
-
-
- - vídeo..entrevista com Marcos Klann



video
blog: Marcos Klann
http://oqueantecedeamorte.wordpress.com/author/marcosklann/


Data: 29 Abril (qui)
Horário: 21h

Performance: "Estados de Contato - o que move você "

com Andrew Harwood (Canadá), Paula Zacharias (Argentina) e Fernanda Carvalho Leite (RS)

Local: Teatro Renascença (Av. Érico Veríssimo, 307)


Data: 30 Abril (sex)
Horário: 21h

Performance: "Às Sombras das Mulheres Velhas" com Alexandra Dias (RS)

Local: Teatro Renascença






Data: 01 Maio (sáb)
Horário: 19h -

Performance: “A cadeira -/ uma ilha” , de Cibele Sastre e “Composição para guitarra e escápulas e outras partes”, de Luciana Paludo (RS)


Data: 01 Maio (sáb)
Horário: 21h -
-
-
-
-
- vídeo entrevista com Cibele Sastre.



video


Performance: “Graça/Evidência-um de pe
rcurso
com Andréa Bardawil e Maria das Graças Martins (CE) Coreografia contemplada pelos Rumos Dança/Itaú Cultural 2009/10

Concepção e Direção: Andréa Bardawil
Intérprete-criadora: Graça Martins
Assistência de direção e participação especial: Sâmia Bittencourt

Local: Sala Àlvaro Moreira (Av. Érico Veríssimo, 307)
-
-
-
vídeo...entrevista com Andréa Bardawil e Maria das Graças (CE)




video


Data: 02 Maio (Dom)
Horário: 19h

Performance: “Consequencia do som”, Art & Dança Espaço Cultural (RS)

Coreografia indicada pelos Rumos Dança/Itaú Cultural

Local: Teatro Renascença


As performances terão custo de bilheteria de R$ 10,00 (dez reais) por apresentação, com 50% de desconto para idosos, estudantes e classe artística.

WORKSHOP DE CONTATO IMPROVISAÇÃO


INSCREVA-SE JÁ!

Data: 27/ Abril
28/ Abril
30/ Abril

Horário: 9h30 - 13h:30

"Sintonizando através do Contato”
com Andrew Harwood (Canadá) e Paula Zacharias (Argentina)


Data: 01/ Maio (sáb)
02/ Maio (dom)


Horário: 12h - 18h:30
Local: Sala 209 USINA DO GASÔMETRO